O Bonsai

   

Aprenda com Vídeos Aprenda Lendo C U R S O S Hotel / Hospital Brindes Corporativos Sobre a Bonsai Kai
Comprar Bonsai Comprar Adubos Comprar Ferramentas Comprar Vasos Comprar Arames Comprar Substrato
           
O Bonsai
 

A palavra bonsai tem origem japonesa e pode ser considerada como um verbo: Cultivar árvores em vasos ( Bon=Vaso + Sai=Arvore). O Bonsai teve seu início na China, por volta do século. III A.C., mas foram os japoneses que aprimoraram a técnica, incluindo-a em sua cultura como arte e objeto de culto e meditação. Não se trata de uma planta específica, mas sim de uma técnica utilizada em árvores com o objetivo de "miniaturizá-la" inspirando-se em formas existentes na natureza. Não há árvore de Bonsai, mas árvores que se transformam pelo processo de Bonsai. Na prática, é a arte de selecionar e transformar árvores que tenham potencial para se assemelhar a uma réplica na natureza.

Através da observação percebe-se que as árvores têm tendências de comportamento e estilos próprios. No Bonsai também encontramos uma classificação de estilos e formas mais tradicionais baseado no estilo natural das árvores. Suas principais categorias se baseiam principalmente nas formas e no número total de árvores na composição.

Apesar de seu tamanho reduzido, a árvore mantém sua saúde e características naturais produzindo flores e frutos normalmente. A princípio qualquer árvore pode ser utilizada para confecção de Bonsai, devendo-se procurar um conjunto estético e harmonioso. Algumas árvores já possuem a tendência natural para se transformar num Bonsai, outras devem ser mais trabalhadas através de modelagem, podas, etc..., onde a habilidade e criatividade do artista são freqüentemente colocadas a prova, respeitando-se os limites diante da natureza.

CRESCIMENTO PLANEJADO, NOBREZA, ESTILO, COMPROMISSO, PERSEVERANÇA, SERENIDADE, QUIETUDE, CONCENTRAÇÃO e SERIEDADE.

A preocupação estética é fundamental na execução de um bonsai. A importância estética é sem duvida muito maior do que a botânica, apesar desta ser fundamental. O objetivo da Arte bonsai é criar uma composição artística utilizando a natureza das árvores como matéria prima, transformando-os em arte através de harmonia estética.

São dois os fatores que determinam o visual de um bonsai de qualidade:

Fatores Estéticos:
Linha e forma; equilíbrio e Harmonia; Escala de Composições; Perspectiva e Profundidade; Movimento; Vitalidade; Evidenciamento do centro das atenções; A composição da árvore como um todo; Cor e Textura.

Fatores Orgânicos:
Tronco; Ramos; Raízes; Folhas; Frutos; Flores e Vaso.

Em resumo a composição dos bonsai deve se assemelhar a árvores encontradas na natureza, ter estilo bem definido, possuir algum atrativo evidente como frutos, flores, raízes expostas, exuberância em folhagens, folhagens com cores diferentes, texturas de tronco majestáticas e vasos adequados.

 
 
Dicas e Curiosidades
           
Sabe-se que na China e Japão existem exemplares com mais de mil anos de idade, verdadeiras relíquias, com valores ultrapassando a casa do quatrocentos mil dólares.  No Japão os primeiros indícios desta arte surgem no período de Kamakura, séculos XII a XIV.
Os elementos indispensáveis para a saúde do Bonsai são: Sol, Ar, Água e Temperatura,  evitando sempre os extremos. Criar um Bonsai é fazer uma obra de arte,  porém a diferença de outras formas artísticas  é que esta nunca está terminada, é viva, e muda ao longo da vida. Aparecendo na silhueta da árvore todos os tratamentos, bons e maus, que o artista desempenhou.

O ideograma japonês Bonsai significa literalmente: “cultivar árvore em um vaso raso ou bandeja”.
 
Os Bonsai são classificados em
vários estilos, os quais se baseiam
 em condições encontradas
 
na própria natureza.


O bonsai deve permanecer o máximo possível em ambiente externo. Sua saúde depende exclusivamente do contato com o ambiente natural.

 
A palavra Bonsai, justamente por ser um ideograma, não possui plural.
De maneira geral as regas devem ser diárias e os melhores horários são: de manhã cedo ou ao final da tarde. A rega deve ser feita em toda a extensão do vaso, inclusive por sobre a planta, deixando alguns segundos de intervalo para que a água possa penetrar na terra e sair pelos furos do vaso.
No Japão até um tempo atrás, uma família para se considerar com tradição deveria possuir um Bonsai de pelo menos 300 anos. Sol é a fonte de energia da árvore
O Bonsai esteticamente perfeito é aquele que se pode encontrar um similar na natureza,em sua forma e tamanho originais. Antigamente, o cultivo do Bonsai era considerado elitizado.
Hoje, no entanto, ele é visto como arte e hobby pelo público em geral.
Tornou-se popular nas grandes cidades, onde as pessoas 
têm pouco contato com a natureza.
Se os Bonsai
não fossem fortes
e saudáveis,
como é que
alguns exemplares poderiam ter sobrevivido por centenas de anos ?
Muitas espécies de rara beleza se desenvolvem melhor em clima frio, principalmente as coníferas e as caducifólias.  No frio, como a evaporação da água é menor, uma rega cada dois dias geralmente é suficiente.
A manutenção do bonsai consiste basicamente em:
Conservar a terra úmida.
Manter em local ventilado e com incidência de luz solar direta, geralmente por meio período.
Podar os galhos para a manutenção do formato desejado.
Adubar a terra.
A cada três anos em média, dependendo da espécie, será necessária a troca de terra, processo muito simples, que leva aproximadamente meia hora.
 


Por suas características muito singulares é cada vez maior, em todo mundo, o número de pessoas interessadas  em aprender a arte do Bonsai.
A arte do bonsai esta intimamente relacionada com a contínua observação. Talvez o mais fácil e importante meio de proteger-se de problemas é inspecionar as plantas regularmente e estar consciente do fato de que insetos e doenças geralmente não atacam  plantas saudáveis
e bem cuidadas.
Os arames têm a função de
 modelar ou direcionar
o crescimento dos galhos.
 Os mesmos permanecem
no Bonsai  por um período
 geralmente não maior
do que oito meses, até que a planta
se acomode na posição desejada.



A primeira menção da arte do Bonsai data do século III A.C.,
na China.

Os fertilizantes podem ser orgânicos ou químicos: No caso dos adubos orgânicos podemos utilizar  farinha de osso, torta de mamona ou esterco de frango curtidos. No caso dos adubos químicos, é importantíssimo o conhecimento das dosagens. O Excesso geralmente é fatal para o bonsai.

Muitas das coisas belas deste mundo se criam a partir da própria destreza ou são transmitidas de geração em geração.
A arte se baseia na sensibilidade, na visão e no tato. O bonsai mescla estes três sentidos e inspira paz e tranqüilidade.
 
           
falecom@bonsaikai.com.br