Estilos

   

Aprenda com Vídeos Aprenda Lendo C U R S O S Hotel / Hospital Brindes Corporativos Sobre a Bonsai Kai
Comprar Bonsai Comprar Adubos Comprar Ferramentas Comprar Vasos Comprar Arames Comprar Substrato
           
Estilos de Bonsai
 

Durante nossas vidas nos acostumamos a ter a companhia das arvores e muitos são os momentos em que elas fazem parte dos lugares onde estamos e passamos. Parece que sua presença causa um certo bem estar nos seres humanos, o que não é nenhum absurdo, afinal as arvores são tão seres vivos como nós e habitaram  a terra durante toda nossa existência.
Não existe critério em arte. É obvio que qualquer árvore, plantada em qualquer recipiente pode ser chamado de bonsai. Mas também deve ficar claro que as semelhanças com formas que já conhecemos a gerações (formas naturais) são mais agradáveis.
Uma das conveniências da classificação dos estilos na arte bonsai é que de alguma maneira nós já vimos vários estilos naturais de árvores ou lugares em que as composições naturais envolvem árvores.
Estamos acostumados a vê-las !
As árvores e suas formas particulares nos fornecem modelos do que pode ser um bonsai.
È isso mesmo...
Se imitarmos esses estilos naturais, certamente não erraremos na estética de nosso bonsai.

 
Os estilos dos bonsai podem ser divididos em dois grandes grupos:
Tronco único Vários troncos na mesma composição
 

Alguns estilos de Bonsai

Não são todos os estilos que classificamos aqui. Certamente muita coisa ficou de fora, pois é muito vasta a diversidade de formas de árvores ou composições que as envolvem. Alem disso as classificações de estilos podem seguir critérios diferentes.
 Aqui nos basearemos na classificação de acordo com o número e forma dos troncos.
Se tem conhecimento de mais de cinqüenta estilos diferentes, apresentaremos aqui os mais conhecidos.

Descreveremos como é que os estilos acontecem na natureza, ou seja, quais são os efeitos naturais que normalmente provocam  a sua formação estética, suas características particulares e as espécies que mais se adaptam a cada estilo.

 
 
Tronco único
Neste grande grupo são classificados os bonsai  formados por uma única árvore com um único tronco e o vaso.
 
 

1. Tronco Vertical

É um estilo estritamente comportado. O tronco ergue-se verticalmente do solo a partir de um sistema radial de raízes.
A copa com forma cônica se desenvolve, quase sempre, a partir de um terço da altura da árvore até o seu topo
com ramos em escada seguindo planos normalmente horizontais.
É uma forma natural em que o crescimento da árvore acontece sem competição pela luz, a árvore esta sempre isolada.

Espécies de árvores que melhor se adaptam a este estilo para a confecção de bonsai:
Cedros, Ciprestes, Criptomélias, Pinheiros, Taxus, Acer tridente, Celtis, Ulmus, Prunus, Azálea, Buxus, Carmona, Fícus, Podocarpo e Serissa.
 
Ainda no estilo tronco vertical podemos ter variações:
 
 

1.1. Tronco Vertical - Vassoura

O tronco é disposto de maneira vertical e sua galhada se espalha radialmente. É um estilo muito difícil de se conseguir bons resultados, é conveniente a exposição de raízes para melhorar seu efeito visual.
 Neste estilo poderemos ter duas variações: A primeira é quando todos os galhos nascem,  praticamente, no ponto mais alto do tronco. Já a segunda é quando existem galhos nascendo em diferentes alturas próximas ao topo do tronco.

Espécies de árvores que melhor se adaptam a este estilo para a confecção de bonsai:
Gincko, Pinheiros, Ulmus, Prunus, Piracantha, Fícus e Serissa
 
 

1.2. Tronco Vertical - Chorão

Ainda no estilo tronco vertical podemos ter também o estilo chorão, sendo que o chorão também se encaixa em outras classificações. Neste estilo de árvores específicas podemos notar que seus galhos caem em uma forma suave.

Espécies de árvores que melhor se adaptam a este estilo para a confecção de bonsai:
Salix e Taxus.
 
 

2. Tronco Inclinado

Ocorrem na natureza em locais onde existem ventos predominantes em uma só direção ou quando a árvore nasce ao lado de outras árvores mais velhas que lhe fazem sombra, impedindo seu desenvolvimento nesta direção. O tronco inclina-se de 30 a 45 a graus, podendo ser curvo ou reto. A sensação de instabilidade deve ser equilibrada com a exposição de raízes fortes e a disposição dos primeiros ramos que devem estar inclinados da linha horizontal para baixo.

Espécies de árvores que melhor se adaptam a este estilo para a confecção de bonsai:
Shimpaku, Pinheiros, Acer, Ulmus, Cotoneaster, Maça, Prunus, romã, Piracantha, Azálea, Primavera, Buxus, Carmona, Fícus, Podocarpo, Serissa.
 
 

3. Tronco Sinuoso

É um dos estilos mais vistos na natureza, onde a competição pela iluminação, o vento e pela umidade faz com que a árvore busque a melhor condição de desenvolvimento para si mesma. curvando-se e inclinando-se. Normalmente os ramos nascem no lado externo da curva do tronco, formando patamares ascendentes em espiral. A busca pelo formato cônico assimétrico deve ser contínua.
Ainda no estilo sinuoso podemos ter variações:

Espécies de árvores que melhor se adaptam a este estilo para a confecção de bonsai:
Gincko, shimpaku, Pinheiros, Taxus, Acer Celtis, Ulmus, cotoneaster, Ilex, maça, Prunus, romã. Piracantha, Buxus, Carmona, Fícus, Podocarpo e Serissa.
 
 

3.1. Tronco Sinuoso - Esbelto

Seu formato esguio com curvas suaves e altura em relevância, o deixam com toque chamado entre os bonsaístas de feminino.

 
 

3.2. Tronco Sinuoso - Suave

Com a altura mais reduzida em comparação ao estilo esbelto, pode se observar que não há tantas curvas
 em seu tronco que normalmente forma um "S".

 
 

3.3. Tronco Sinuoso - Torcido

Como a palavra mesmo diz, o tronco torcido por efeitos naturais provoca a sensação da madeira exposta e
 normalmente com algum desastre em evidência, simbolizados no bonsai
pelo que chamamos de "jin" ou "Shari".

Espécies de árvores que melhor se adaptam a este estilo para a confecção de bonsai:
Shimpaku, Pinheiros, Acer tridente, Prunus, Primavera, Carmona, Fícus, Podocarpo e Serissa.
 
 

3.4. Tronco Sinuoso - Tortuoso

A seqüência de curvas em seu tronco não segue nenhum padrão, podemos ter curvas suaves
seguidas de curvas extremamente fortes. Alto, também é um estilo bem feminino.

Espécies de árvores que melhor se adaptam a este estilo para a confecção de bonsai:
Shimpaku, Pinheiros, Ulmus, Cotoneaster, Prunus, Romã, Piracantha, Primavera, Buxus, Carmona, Fícus, Podocarpo e Serissa.
 
 

3.5. Tronco Sinuoso - Tentacular

Seu tronco é praticamente subdividido em galhos grossos que se dividem  formando um emaranhado
de subdivisões de outros galhos que não seguem uma lógica de direções. A copa segue rigorosamente a forma cônica.

Espécies de árvores que melhor se adaptam a este estilo para a confecção de bonsai:
Pinheiros, Prunus, Fícus e Serissa.
 
 

4. Raízes Expostas

Claramente este estilo é encontrado na natureza nos manguezais ou zonas onde existem efeitos das marés.
Algumas raízes sustentam a árvore, observando-se um espaço vazio entre essas.

Espécies de árvores que melhor se adaptam a este estilo para a confecção de bonsai:
Shimpaku, Pinheiros, Acer tridente, Cotoneaster, Prunus, Azálea, Primavera, Carmona, Fícus, Podocarpo, e Serissa.
 
 

5. Raízes sobre Pedra

O nascimento de uma árvore em pequenas bolsas de terra entre as rochas, provocam durante seu crescimento a necessidade da busca de umidade e nutrição em outros terrenos férteis. Suas raízes então crescem por vãos da rocha até encontrar um solo que provocará o seu engrossamento. Raízes grossas que abraçam a rocha mostra claramente a longevidade da árvore.

Espécies de árvores que melhor se adaptam a este estilo para a confecção de bonsai:
Cedros, ciprestes, Criptomélias, Shimpaku, Pinheiros, Acer Tridente, Acer palmatum, Ulmus, Cotoneaster, Ilex, Prunus,  Romã,
Piracantha, Azálea, Carmona, Fícus e Serissa.
 
 

6. Varrido ao Vento

Ocorrem na natureza em locais onde existam ventos extremamente fortes e com predominância em uma só direção.
Encontramos este estilo normalmente em encostas ou no litoral. A maioria dos ramos seguem linhas praticamente paralelas do lado interno do menor ângulo de seu tronco. Os galhos que tentam nascer na direção oposta são muito fracos ou secam.

Espécies de árvores que melhor se adaptam a este estilo para a confecção de bonsai:
Pinheiros, Taxus, Prunus, Primavera, Carmona, Fícus, Podocarpo e Serissa.
 
 

7. Literal

É o estilo mais sofisticado fugindo de regras e padrões. É considerado como uma pintura, um estilo simplesmente imaginado pelo artista que desenvolve com a árvore e o vaso uma obra de arte. Essas árvores de estranha forma, mas de rara beleza, são encontradas na natureza em regiões montanhosas e áridas de todo o mundo.

Espécies de árvores que melhor se adaptam a este estilo para a confecção de bonsai:
Shimpaku, Pinheiros, Acer tridente, Ilex, Prunus, Romã, Azálea, Primavera, Carmona, Fícus e Podocarpo.
 
 

8. Semi Cascata

Este estilo é visto na natureza em locais íngremes próximos a rios e lagos, onde a árvore avança na direção da umidade e do reflexo da luz do sol na água. Uma diferença simplista entre o estilo Cascata, que veremos a seguir,
é que o galho principal descendente não ultrapassa a base do vaso.

Espécies de árvores que melhor se adaptam a este estilo para a confecção de bonsai:
Shimpaku, Pinheiros, Acer, Ulmus, Cotoneaster, Ilex, Maça, Prunus, Romã, Piracantha, Azálea, Primavera, Carmona, Fícus, Podocarpo e Serissa.
 
 

9. Cascata

O  tronco mergulha verticalmente em cascata plena. É um estilo extremamente artístico e decorativo,
encontrado na natureza em penhascos íngremes de regiões e onde a ação de seu próprio peso mais o peso da neve, avalanches,ou outros acidentes naturais determinam sua forma.

Espécies de árvores que melhor se adaptam a este estilo para a confecção de bonsai:
Shimpaku, Pinheiros, Acer palmatum, Ulmus, Cotoneaster, Ilex, Maça, Prunus, romã, Piracantha, Azálea, Primavera, Carmona, Fícus, Podocarpo e Serissa.
 
 
Vários Troncos
 

Neste tipo de composição artística, encontramos não só a representação de uma única árvore, mas sim de um conjunto delas. Normalmente temos composições com números impares de árvores no mesmo vaso.
É sem dúvida uma armadilha para iniciantes. Pois apesar de ser um estilo muito atraente, requer muita técnica.
É um estilo onde as árvores precisarão representar ambientes com muita naturalidade em seu conjunto, fazendo com que cada elemento tenha que, alem de possuir beleza própria isoladamente, tenha que compor quase que perfeitamente com as formas e estilos das outras árvores.

São quase todas as espécies de árvores que se adaptam a este estilo para a confecção de bonsai.

 

1. Vários Troncos - Com uma só raiz

É um estilo onde os troncos usados na composição, na verdade, são ramificações de um só aglomerado de raízes.
Dentro deste estilo temos as variações a seguir:

 

1.1. Vários Troncos - Com uma só raiz - Aglomerado

Neste estilo temos vários troncos que afunilam e se encontram bem perto da base do bonsai.

 

1.2. Vários Troncos - Com uma só raiz - Balsa

Neste notamos que os troncos são mais espaçados. Entre eles encontramos madeira de onde nascem os troncos.

 

1.3. Vários Troncos - Com uma só raiz - Duplo

São dois troncos que se ramificam muito próximo a base.

Espécies de árvores que melhor se adaptam a este estilo para a confecção de bonsai:
Cedros, Pinheiros, Taxus, Ilex, Prunus, Azálea, Primavera, Carmona, Fícus, Podocarpo e Serissa.
 
 

2. Vários Troncos - Com árvores distintas

As árvores que fazem parte desta composição são dispostas separadamente, podendo-se até ser de espécies distintas.

 

2.1.1.  Vários Troncos - Com árvores distintas - Floresta Densa

A formação de uma floresta onde o espaçamento entre as árvores é muito reduzido.

 
 

2.1.2.  Vários Troncos - Com árvores distintas - Floresta Dispersas

As árvores são dispostas formando pequenos grupos, seu espaçamento é um pouco mais acentuado.

 

2.2.  Vários Troncos - Com árvores distintas - Paisagem

Se compões de Várias árvores, vaso e outros ornamentos para simulação de paisagens pitorescas.

 

2.2.1.  Vários Troncos - Com árvores distintas - Paisagem - Com Lago

Usa-se vasos especiais onde a água possa ser represada formando um lago.

 
 

2.2.2. Vários Troncos - Com árvores distintas - Paisagem - Com Pedras

O uso de pedras na representação de penhascos cria uma condição muito particular.

 
 

2.2.3.  Vários Troncos - Com árvores distintas - Paisagem - Com Rio

O rio neste estilo pode ser representado por pedras muito finas.

 
 

2.2.4.  Vários Troncos - Com árvores distintas - Paisagem - Mistas

Este estilo é uma composição mista de pedras, rio e/ou lago.

           
falecom@bonsaikai.com.br