Transplantação

   

Aprenda com Vídeos Aprenda Lendo C U R S O S Hotel / Hospital Brindes Corporativos Sobre a Bonsai Kai
Comprar Bonsai Comprar Adubos Comprar Ferramentas Comprar Vasos Comprar Arames Comprar Substrato
           
Transplantação
 
No desenvolvimento natural das árvores as raízes crescem em busca de água, ar e alimento.
As raízes de um bonsai vão crescendo e podem ocupar a totalidade do espaço do vaso,
expulsando lentamente o solo que ali existia. É importante que saibamos que para
que as árvores cresçam com saúde elas irão necessitar de uma mistura de solo (substrato) adequada
e não um monte de raiz fazendo o papel do solo.
Por isso periodicamente devemos reduzir o volume de raiz dentro do vaso através de poda.
Nesse mesmo processo aproveitamos para também trocar parte do solo
que já não oferece todas as características para um bom desenvolvimento do vegetal.
Veja a seguir um bonsai que ficou mais do que o tempo recomendado sem a troca de terra
 
 
Bonsai com transplantação atrasada. As raízes começam a sair pelos furos de drenagem.   Veja que as raízes formaram um bloco sólido.
           

Portanto na manutenção de qualquer árvore ou arbusto que se encontra confinado, quer seja em vasos ou em lajes de jardim,
é necessário a transplantação periódica. A transplantação nada mais é do que a troca de parte da terra do vaso e a poda de algumas raízes que estão ocupando muito volume. Essa transplantação, que acontece em média a cada 3 anos dependendo da espécie do vegetal só causara benefícios se a mesma for feita com técnica adequada.
Apesar de muito simples, devemos nos preocupara com alguns detalhes:

  1. Cada espécie de árvore tem uma época do ano definida para se fazer a transplantação.
    Exemplo: Os Pinheiros e coníferas geralmente preferem o transplante de terra no final do inverno,
    já as frutíferas preferem no início da Primavera.
     
  2. Cada espécie de árvore tem um volume máximo de raiz que pode ser podado em cada transplantação e
    um volume máximo de terra "velha" que podemos tirar do vaso.
    Exemplo: Geralmente devemos cortar cerca de 1/3 das raízes na transplantação dos Pinheiros,
    já as caducifólias devemos cortar a metade das raízes. 
     
  3. Cada espécie de árvore tem uma mistura de solo adequada.
    Exemplo: Os Pinheiros preferem solos com mais de 80% de Areia em sua composição.
     
  4. Cada espécie de árvore tem uma freqüência  de transplantação.
    Exemplo: A transplantação dos Pinheiros se faz a cada 5 ou 7 anos. Algumas frutíferas devemos fazer anualmente.
 
Seqüência na Transplantação:
 
1. Reserve todo o material que será usado
 
 
Componentes do Substrato
(mistura de terra)
  Borrifador Tesoura Afiada Ancinho ou um garfo Vaso, arame e tela mosqueteiro
           
           
2. Retirada do torrão do vaso
 
Delicadamente retire o torrão do vaso
     
Uso de uma pequena espátula no trabalho de separação do torrão de terra das faces laterais do vaso O torrão normalmente se descola
sem dificuldade
Importante:
Durante todo o processo de transplantação devemos conservar úmidos tanto a planta quanto o torrão de terra através de borrifação com água
     
3. Preparação do Vaso
           
O vaso deve ser preparado de tal forma que não permita que a terra saia pelos orifícios de drenagem.
Para isso prepararemos um suporte de fixação da tela.
 ( Esse suporte também pode ser usado para a fixação de um novo pedaço de arame para amarrar a planta
se esta estiver solta por conta da retirada de muitas raízes )
           
3.1 Preparação do suporte ( de arame ) da Tela
           
1a. Dobra
Com um Arame de aproximadamente 25 cm  faça a 1a. dobra.
Dobre 90o
mais meia volta, completando 270o
1a. Dobra
(resultado final)
2a. Dobra
O mesmo trabalho é feito a cerca de
3 cm da 1a. dobra
Dobre 90o Mais meia volta, completando 270o
           
   
1a. e 2a. Dobras
(resultado final)
Agora dobraremos transversalmente
nas junções da
1a. e 2a. dobras.
Trabalho Concluído. detalhamento da
dobra transversal
   
           
3.2 Preparação Vaso
           
O suporte deve ser encaixado por baixo do vaso O arame deve atravessar a telinha Prenda a telinha dobrando-se o arame como na foto acima Corte o excesso de Arame Serviço concluído
(visto por dentro do vaso)
           
     
Serviço concluído
(visto por baixo do vaso)
Serviço concluído
(visto por dentro do vaso)
     
           
           
4. Preparação da Mistura de solo
           
Obviamente prepare a mistura de terra antes de iniciar o transplante.
           
   
Preparar a mistura adequada que dependerá da espécie da árvore do bonsai. Misture homogeneamente Despeje uma pequena camada da mistura no fundo do vaso
para apoiar as raízes do bonsai.
   
           
5. Transplantação
           
Transplantação propriamente dita
           
A borrifação faz parte
de todo o processo.
Desagregue delicadamente
a terra nas laterais
Pode as raízes das laterais Vemos aqui as raízes que foram retiradas das laterais e parte  do solo retirado. Desagregue delicadamente um pouco da parte inferior da terra
           
Separe um pouco das raízes corte também um pouco das raízes da parte inferior do torrão Aqui vemos o volume total de raízes e solo retirado do torrão Veja como agora sobra espaço para que
as raízes voltem a crescer
Com um palito de churrasco vamos fazer a compactação
da terra nova.
           
O solo novo deve ser colocado aos poucos. Toda vez que colocamos um pouco de solo devemos compactá-lo com movimentos suaves para que o solo penetre entre as raízes sem machucá-las.
A eficiência na compactação se dará com o preenchimento de
todos os espaços vazios dentro do vaso.
A penetração suave do palito já se torna mais difícil com o solo bem compactado É comum a submersão do vaso em solução enrraizadora logo após o transplante.
           
       
Após o transplante devemos deixar o bonsai, por cerca de 7 dias em ambiente sombreado e úmido. Na foto mostramos uma "bacia" com areia úmida.        
           
           
6. Algumas observações
           
  • O cuidados pós transplante são muito importantes para o sucesso deste tratamento.
    1. Mantenha a copa do bonsai constantemente úmida através de borrifação com água constantes, em média a cada 3 horas.
    2. Não regue em excesso.
    3. Mantenha o bonsai sem sol direto e em área com claridade.
    4. Não adube até que o bonsai mostre brotações constantes e fortes.
     
  • Nos guias de cuidados de espécies sugerimos algumas composição de mistura de solo.
     
  • Nos bonsai em que a transplantação esta atrasada, devemos redobrar o cuidado. Podando menos raízes que o convencional, recuperando seu solo gradativamente nas duas ou três próximas transplantações. Não cortar tudo de uma vez só.
     
  • As coníferas ( Ciprestes, Juníperus, Tuias, Pinheiros...) podem ser expostas ao sol imediatamente após o transplante, tomando-se cuidado redobrado em manter a umidade do bonsai constante.
     
  • Os enrraizadores realmente ajudam na hora do transplante, não deixe de usá-los.
Algumas espécies e suas freqüências de transplantação
Espécies Freqüência de troca de terra
( a cada )
Azálea, Cotoneaster, Jabuticabeira, Ligustrum, Piracanta, Primavera, Resedá, Romã, Uvaia... Anualmente
Acer tridente, buxus, Caliandra, Cerejeira, Fícus, Macieira, Metassequoia, Oliveira, Podocarpo, Serissa, Ulmus... 2 anos
Acer palmatum, Carmona, Celtis, Cipreste, Ginkco,
Juniperus procumbens, Sageretia,
Shimpaku (Juniperus chinensis),Tuia Prata, Tuia Azul...
3 anos
Pinheiros 5 anos
 
Sugestão para mistura de solo para confecção de Substrato por Espécie ( % em volume)
Considerando as regiões do Brasil
   RegiãoRegiãoRegiãoRegiãoRegião
Espécie do Bonsai  SulSudesteCentro-OesteNordesteNorte
   AreiaArgilaCSAreiaArgilaCSAreiaArgilaCSAreiaArgilaCSAreiaArgilaCS
Acer Palmatum  60%10%30%60%10%30%50%20%30%50%20%30%50%20%30%
Acer Tridente  60%10%30%60%10%30%50%20%30%50%20%30%50%20%30%
Acerola  50%20%30%50%20%30%40%30%30%40%30%30%40%30%30%
Amoreira  60%20%20%60%20%20%50%30%20%50%30%20%50%30%20%
Azálea  40%25%35%40%25%35%30%35%35%30%35%35%30%35%35%
Buxinho  50%30%20%50%30%20%40%40%20%40%40%20%40%40%20%
Cajá do Rio Grande  50%30%20%50%30%20%40%40%20%40%40%20%40%40%20%
Caliandra  60%20%20%60%20%20%50%30%20%50%30%20%50%30%20%
Cambuí  50%30%20%50%30%20%40%40%20%40%40%20%40%40%20%
Camélia  40%20%40%40%20%40%30%30%40%30%30%40%30%30%40%
Carmona  50%30%20%50%30%20%40%40%20%40%40%20%40%40%20%
Cedro  60%20%20%60%20%20%50%30%20%50%30%20%50%30%20%
Celtis  50%25%25%50%25%25%40%35%25%40%35%25%40%35%25%
Cerejeira  50%30%20%50%30%20%40%40%20%40%40%20%40%40%20%
Cerejeira do Japão  50%20%30%50%20%30%40%30%30%40%30%30%40%30%30%
Cipreste  60%20%20%60%20%20%50%30%20%50%30%20%50%30%20%
Cotoneaster  60%20%20%60%20%20%50%30%20%50%30%20%50%30%20%
Crássula  40%30%30%40%30%30%30%40%30%30%40%30%30%40%30%
Criptomélia Japônica  50%25%25%50%25%25%40%35%25%40%35%25%40%35%25%
Eleagnus  60%30%10%60%30%10%50%40%10%50%40%10%50%40%10%
Érica  30%50%20%30%50%20%20%60%20%20%60%20%20%60%20%
Espumilla  50%30%20%50%30%20%40%40%20%40%40%20%40%40%20%
Eugênia  50%30%20%50%30%20%40%40%20%40%40%20%40%40%20%
Ficus  50%25%25%50%25%25%40%35%25%40%35%25%40%35%25%
Figo  50%30%20%50%30%20%40%40%20%40%40%20%40%40%20%
Ginkgo  50%30%20%50%30%20%40%40%20%40%40%20%40%40%20%
Glauca  60%20%20%60%20%20%50%30%20%50%30%20%50%30%20%
Glicínia  40%20%40%40%20%40%30%30%40%30%30%40%30%30%40%
Ilex  40%40%20%40%40%20%40%40%20%40%40%20%40%40%20%
Ipê  50%30%20%50%30%20%40%40%20%40%40%20%40%40%20%
Jabuticabeira  30%30%40%30%30%40%20%40%40%20%40%40%20%40%40%
Jasmim  50%20%30%50%20%30%40%30%30%40%30%30%40%30%30%
Juniperus  60%20%20%60%20%20%50%30%20%50%30%20%50%30%20%
Kaizuka  60%20%20%60%20%20%50%30%20%50%30%20%50%30%20%
Lantana  60%30%10%60%30%10%50%40%10%50%40%10%50%40%10%
Ligustrum  40%30%30%40%30%30%30%40%30%30%40%30%30%40%30%
Liquidambar  60%30%10%60%30%10%50%40%10%50%40%10%50%40%10%
Loropetalum  40%20%40%40%20%40%30%30%40%30%30%40%30%30%40%
Macieira  50%30%20%50%30%20%40%40%20%40%40%20%40%40%20%
Madressilva  60%20%20%60%20%20%50%30%20%50%30%20%50%30%20%
Metasequoia  30%50%20%30%50%20%20%60%20%20%60%20%20%60%20%
Oliveira  50%20%30%50%20%30%40%30%30%40%30%30%40%30%30%
Pêssego  50%20%30%50%20%30%40%30%30%40%30%30%40%30%30%
Picea  60%20%20%60%20%20%50%30%20%50%30%20%50%30%20%
Pingo de Ouro  50%20%30%50%20%30%40%30%30%40%30%30%40%30%30%
Pinheiro Branco  80%10%10%80%10%10%70%20%10%70%20%10%70%20%10%
Pinheiro Negro  80%10%10%80%10%10%70%20%10%70%20%10%70%20%10%
Piracanta  50%25%25%50%25%25%40%35%25%40%35%25%40%35%25%
Pitanga  50%20%30%50%20%30%40%30%30%40%30%30%40%30%30%
Podocarpo  60%30%10%60%30%10%50%40%10%50%40%10%50%40%10%
Portulacária  60%30%10%60%30%10%50%40%10%50%40%10%50%40%10%
Primavera  30%50%20%30%50%20%20%60%20%20%60%20%20%60%20%
Ptecolobium  60%30%10%60%30%10%50%40%10%50%40%10%50%40%10%
Reseda  30%60%10%30%60%10%30%60%10%30%60%10%30%60%10%
Romã  50%20%30%50%20%30%40%30%30%40%30%30%40%30%30%
Roseira  50%20%30%50%20%30%40%30%30%40%30%30%40%30%30%
Sagerétia  50%40%10%50%40%10%40%50%10%40%50%10%40%50%10%
Salix  60%30%10%60%30%10%50%40%10%50%40%10%50%40%10%
Serissa  60%30%10%60%30%10%50%40%10%50%40%10%50%40%10%
Shimpaku  60%20%20%60%20%20%50%30%20%50%30%20%50%30%20%
Tuia Prata  60%20%20%60%20%20%50%30%20%50%30%20%50%30%20%
Tuia Azul  60%20%20%60%20%20%50%30%20%50%30%20%50%30%20%
Ulmus  60%30%10%60%30%10%50%40%10%50%40%10%50%40%10%
Umê  50%20%30%50%20%30%40%30%30%40%30%30%40%30%30%
Uvaia  60%30%10%60%30%10%50%40%10%50%40%10%50%40%10%
Videira  50%20%30%50%20%30%40%30%30%40%30%30%40%30%30%
Zelkova  60%30%10%60%30%10%50%40%10%50%40%10%50%40%10%
 
           
falecom@bonsaikai.com.br